Encruzilhada

"Disse nunca tantas vezes, tinha de falhar alguma", e o quão esta frase encaixa no dia-a-dia de hoje...
Quantas vezes achaste que desistir nunca seria opção até não encontrares outra solução? O chorar debaixo dos cobertores até o despertador tocar e dizer que finalmente o pesadelo terminou e estás pronta para colocar mais um sorriso na cara e estar sempre com os dentes arreganhados para ninguém desconfiar se estará tudo bem ou não, a única opção é rir. Rir dos problemas e manter a esperança de que num futuro longínquo esta situação ainda nos fará rir e guardar só o que é bom de guardar.
Questiono-me sobre as vezes que já te perdi no meu próprio pensamento e qual a parte dele é que era a realidade a que tanto fechei os olhos. A que me dizia que era o certo mas na maneira errada? É quase uma contradição pensar isto, mas é a verdade... Até que chegamos à conclusão que o norte que encontrei era o sul da minha pessoa, era completamente o oposto daquilo que desejei para mim própria, porém, era esse oposto que me conduzia à demência de gostar tanto de alguém e dar o tudo por tudo naquilo por confiar no coração. Acabei por me perder em mim própria e contradizer os princípios que defendia com tanta convicção e para quê? Acabei por quebrar as regras e daí advertiram as consequências. Para cada ato, há uma consequência e as minhas refletiram-se e surgiram as lições que o aluno jamais esquecerá.
A evolução, conjunto de experiências que das quais se aprender a moldar e criar diferentes perspetivas sobre determinada situação, é um processo complicado, mas este só se concretiza se conseguirmos mudar ao mundo que nos rodeia em simultâneo.
Em conclusão, o único horizonte que encontrei que fizesse o maior sentido é que ser feliz hoje, é mais importante do que ser feliz para sempre. A vida é preciso olhar com o coração e aproveitar cada momento para torna-lo inesquecível. É preciso fazer asneiras, e fazer valer a adrenalina que nos move, é preciso encontrar motivos para justificar a nossa existência. Aproveitar a vida a cada dia, sorrir ao máximo e deixar as boas energias fluírem é a receita para deixar a felicidade invadir a nossa alma.
Afinal, doar a nossa felicidade nunca é opção.


1 comentário:

Rita Oliveira disse...

Não agradeças até porque eu vou estar sempre aqui para ti e tenho muito orgulho nisso!
Eu conheço-te e isso chega. Quanto aos outros não ligues. As pessoas cada vez mais só olham para elas próprias e quando olham para os outros não vêem mais que além da aparência ou então algum motivo para que possam sair bem servidos.
Tanto tu como eu sabemos que tens os teus. Os teus verdadeiros. Esses sim, estão sempre lá para ti e todos eles sabem que tens força para tudo!